Gustavo Dourado: Cibercordelista e poeta cosmoderno…

Literatura cibernética e cordel pós-moderno…Escritor de Brasília é selecionado pela Unesco para Portal Mundial.Seu site também está em primeiro lugar no PageRank do Google na
categoria Fanzines e entre os melhores em mais três categorias(Poesia,
Weblogs e Escrita online).   O escritor de Brasília Gustavo Dourado(Amargedom) foi novamente
selecionado pelo Portal Mundial da Unesco como referência em poesia e
livro. Seu site www.gustavodourado.com.br e a antologia poética
Phalábora  www.ebooks.avbl.com.br/biblioteca1/gustavodourado.htm  foram
recentemente incluídos no World Poetry Day e Unesco Portal Libraries.
O Portal de Poesia da Unesco destaca os principais autores
contemporâneos de cada país e é hoje uma das mais importantes
referências na área cultural em todo o mundo. O site do escritor
também está em primeiro lugar no PageRank do Google Directory (que
mede a qualidade e nível de leitura dos sites), na categoria Fanzines
e entre os melhores na categoria Poesia, Weblogs e Escrita Online, ao
lado de escritores como Carlos Drummond de Andrade, Ferreira Gullar,
Augusto dos Anjos, Adélia Prado, Hilda Hilst, entre outros.

   O site do poeta de Brasília também recebeu destaque nos portais
Contemporary Beatnik, Poem Hunter, Complet Classics, Poems About, All
Poetry, Genealogy, Dreambook, Aboutus  e Dreamagic nos Estados Unidos,
Domist(Itália) e no JornalEcos, em Paris e no RickMark News, de
Londres. Foi selecionado pelo jornalista/poeta Soares
Feitosa para constar na página especial do conhecido Jornal de Poesia,
http://www.secrel.com.br/jpoesia/gustavodourado.html um dos mais
respeitados espaço literário da Internet.

Tem publicações em sites e portais da internet como Cronópios, Cordel,
Triplov, YouTube,
Overmundo, Yahoo, Blogger, Uol, Terra, CBN-Blog-Milton Jung,
Comunique-se, Cláudio Humberto, My Space, Orkut, Gazzag, WordPress,
Blogspot, Wikipédia, Multiply, Geocities, Poetas Del Mundo/Lunas,
Delasnieve Daspet, SEDF, SCDF, BDB, UBE, CBJE,  Google Pages, Brujula,
Casa do Bruxo, Flickr,  Garganta da Serpente, Blocos, Vânia Diniz,
Antônio Miranda, Clevane Pessoa, Palavrarte,  Sindescritores,  AVSPE,
CALEL-UnB, FAP, Versos & Acordes, Via Fanzine, Autores&Leitores,
Abrali, Kplus, Cordel Campina, Verdes Trigos,  Casa da Cultura, Raul
Rock Club, Club del Misterio, Ferool, Arte da Palavra, Palavreiros,
Poemas e Canções, Kenard Kruel, Yara Nazaré, Sandra Fayad, Ânglea
Bretas, Safira Lilá, Rosângela Aliberti, Lígia Tomarchio, Rivkah, Net
Saber, Prosa em Verso, Escrita  Criativa, Familiaridade, Unigranrio,
Liga Zine, Nota Independente, Fotolist, Usina das Palavras, Recanto
das Letras, Notívaga, Jornal Telescópio, Letras e Livros, CMI,
Luso-Poemas, Águia Real, Palavril, Palanque 135, Rota Mogiana, Balaio
Cultural, Rondônia ao Vivo, Usina de Letras,entre outros, etc.

Foi entrevistado para o Guia de Poesia na Internet
peloJornalista/poeta Luís Alberto Machado.

Gustavo Dourado é ainda um dos autores mais lidos do portal

www.planetaliteratura.com , do Jornalista Clésio Boeira Silva, do Rio
Grande do Sul.

Recentemente teve  poemas publicados no conhecido Blog do Noblat( O
Globo Online)e no Blog da Revista Veja. Seus textos recebem mais de 3
mil acessos por mês. E ele próprio
recebe uma média de cem e-mails por dia com sugestões, elogios e
pedidos de informações e entrevistas sobre o seu trabalho literário.

   Em 1999, criou o Portal Usina de Letras, hoje um dos mais
acessados endereços literários da Web. Autor da famosa frase/poema O
Brasil quem U$A Sou EEEU, Gustavo Dourado, professor de Linguagem,
Literatura e Folclore, é considerado por alguns críticos como um
cordelista
cibernético, trovador pós-moderno, que transita do erudito ao popular,
da estética experimental às formas tradicionais do texto. É “poeta do
repente e da beleza”, classificou Ferreira Gullar.

   Em 1980, Gustavo Dourado lançou seu primeiro livro:
Tupynambarbarie. E, de lá pará cá, centenas de textos e poemas na
Internet e as obras: Phalábora, Cordéli@,  Linguátomo e os cordéis da
Transformação, Torquato Neto e da Criatividade. Participou também de
várias antologias coletivas de poetas, entre elas Espejos de La
Palabra (Espelhos da Palavra), Coletivo de Poetas e Poesia de Brasília.
   Verbete da Enciclopédia da Literatura Brasileira(Afrânio
Coutinho/Rita Moutinho), sua obra foi tema de tese de doutorado na
Sorbonne e na UFPB, e de mestrado na Universidade Federal de Ouro
Preto e de pesquisa na Universidade de Brasília. Quando presidente e
diretor do Sindicato dos Escritores do DF organizou mais de mil
lançamentos de livros e recitais poéticos. É membro titular da
Academia Brasileira de Literatura, da Academia Virtual Brasileira de
Letras, da União Brasileira dos Escritores, da
Academia Internacional de Lutèce-Paris, da Academia Taguatinguense de
Letras,  da ALIPOL: Associação Internacional de Literatura de Língua
Portuguesa e Outras Linguagens, da World Poets Society/Poetas Del
Mundo edo Instituto Histórico e Geográfico do Distrito Federal. É
Cidadão Honorário de Brasília e da cidade de Taguatinga-Distrito
Federal.

    Improvisador nato,cordelista, repentista, cria, recria, inspira-se e
transpira uma poesia tcosmoderna, pop, beat e apocalíptica.

    Sob o signo da invenção e da elaboração, Gustavo Dourado,  baiano
de Ibititá (região de Irecê), Chapada Diamantina, residente há 32 anos
em Brasília, propõe-se a reinventar  a poética e, com tal intenção,
envereda sua poiesis pelos campos da  semiótica, da política, da
cibernética, da ecologia,  da economia, do cinema, da mídia, das
ciências, das artes gráficas, da genética, da física, da crítica e da
sátira e sobretudo da literatura de cordel. É um criador multimídia, a
movimentar um poderoso arsenal de recursos poéticos e transpoéticoscom
a criação de novas palavras e conceitos, por inovação, fusão,
pesquisa, invenção, improviso, montagem, aglutinação ou justaposição.

Uma síntese de sua poesia e criatividade pode ser verificada em:

www.gustavodourado.com.br

www.gustavodourado.com.br/poesia.htm

www.gustavodourado.com.br/cordel.htm

***Assessoria de Imprensa

Maria Félix Fontele (jornalista)

( 61) 9297-8742

Uma resposta to “Gustavo Dourado: Cibercordelista e poeta cosmoderno…”

  1. Gustavo Dourado Says:

    Brasilíngua Por (Tu) Guesa(1979)

    Gustavo Dourado

    Laço em laço: enlace-me:
    Pindoramafra: luzilázia…
    A língua de Juca Pyrama:
    Zumbi(u) Camoniânima
    Luxafra – brasilíndia tupiguarânia
    Morenua Rósea Sertântrica…

    Floresce(u) Latim por tintim:
    Romamor Romãe: proema
    D África: Axé-Nagogô
    Brasilis-flor naturativa
    Antropofálica Mistura:
    Frevo-fervor: Línguímã: Nheengatu…

    Por tu Guesa: faço-me errantente
    Trovejo-me silen cio nuniversom
    Relambeijo a Língua-gen
    Dos Grãs Sertons:
    Lusíadas…Veredas…

    BrasiLíngua! Por(tu)Guesa:
    Lusídica rosa personalizada…
    Experimentalizo la langue
    Nas ancas filo-lógicas do verso…

    Contra.passo-lhe numbigo:
    Bahianauta barrococó Gregórion
    Riobaldorim Casmurro Borba
    Policarpideiro Caminha Drummond
    Matias, Aires, Bernardim, Vieira…
    Barros,Meireles,Limeira,Dourado
    Guimarães,Assis,Castro,Ferreira…

    Machado! Motor-serra textual
    Álvaro Ricardo Alberto
    Pessoa metalingual:
    Santa Cecília cancioneira…
    Murilo, Jorges, Sousândrade
    Andrades, Campos, Bandeiras…

    Serafim Ponte
    Grande Mira o Mar
    Bossa Nova: Tropicália…
    Cobra Cabral Macunaíma…
    Lima Barretom Jobim…

    Rosa de Hiroshima.
    Rosa das Minas:
    Guímã-Rosa do Povo:
    Embaixador do Ser-Tao…

    Gustavo Dourado
    http://www.gustavodourado.com.br

    Poema de 20 de janeiro de 1979.
    Registrado na Biblioteca Nacional.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: